Eleanor Mustang do filme “60 Segundos” está de volta e custa 157 mil euros

0
29

O Mustang Eleanor é um dos automóveis mais icónicos da história do cinema e a culpa é do filme “60 Segundos”, lançado em 2000 e protagonizado por Nicolas Cage. Agora, graças à Fusion Motor Company, vai poder comprá-lo, já que esta empresa norte-americana acaba de anunciar que garantiu os direitos de produção do Mustang Eleanor do cinema.

Yoel Wazana, presidente desta empresa californiana, tinha um Mustang Eleanor de edição limitada, produzido por Carroll Shelby. Ainda assim, não ficou convencido com os acabamentos do interior e achava que a carroçaria em fibra de vidro vibrava em demasiado, pelo que decidiu deitar “mãos à obra” e criar a sua própria versão deste “Pony Car”.

Cada um destes Mustang Eleanor produzidos pela Fusion terão por base um Ford Mustang Fastback de 1967 e 1968. Todos estes automóveis são depois desmontados para serem reforçados e para que seja instalado um novo eixo dianteiro, uma suspensão multibraço na traseira e um diferencial autoblocante.

No que a motorizações diz respeito, a Fusion propõe cinco opções com a assinatura da Roush. A versão de entrada conta com um motor V8 de 5.0 litros que produz 430 cv de potência e a proposta mais potente é um motor v8 de 7.0 litros que debita 750 cv de potência. Em qualquer dos casos, estes blocos podem ser combinados com uma caixa manual de cinco ou seis velocidades ou com uma transmissão automática de seis relações.

O “look” exterior é conseguido graças a vários elementos em fibra de carbono e a uma assinatura luminosa LED. No interior destacam-se os bancos desportivos, a coluna de direcção ajustável, o sistema de ar condicionado, sistema multimédia com GPS e sistema áudio com conectividade Bluetooth e claro, um painel de instrumentos inspirado no modelo original.

O preço de fabrico de cada uma destas versões pode demorar até seis meses e o preço por unidade ronda os 157 mil euros… antes de impostos!

/ In AM / Alexandre marques