IRS 2019: Sabe quais são os prazos de entrega da declaração?

0
52

Este ano há novos prazos de entrega da declaração de IRS. Há que ficar atento para não perder deduções nem pagar coimas.

Até 25 de fevereiro: Confirmar as faturas no e-fatura 
Em 2019 a Autoridade Tributária (AT) aumentou em 10 dias o prazo para confirmar suas faturas no e-fatura: pode fazê-lo até 25 de fevereiro.
Assim sendo, tem até dia 25 de fevereiro para aceder à plataforma (https://faturas.portaldasfinancas.gov.pt/) e verificar todas as faturas que podem ser abatidas à coleta.
A partir de dia 25 de janeiro todas as faturas emitidas em nome do contribuinte devem estar já processadas e disponíveis no e-fatura.
Convém não esquecer que este procedimento deve ser realizado por todos os membros do agregado familiar, incluindo dependentes.
Por isso, se ainda não tem acesso ao Portal das Finanças dos seus filhos, solicite já a password de acesso (https://www.portaldasfinancas.gov.pt/pt/adesaoForm.action).
De lembrar ainda que desde 2018 todas as declarações de IRS são entregues online através do Portal das Finanças. https://sitfiscal.portaldasfinancas.gov.pt/geral/home?segmento=CD

Até 31 de março: Reclamar os valores apresentados 
Até dia 15 de março a AT vai disponibilizar no portal todas as despesas que podem ser abatidas à coleta -como é o caso das rendas que não aparecem no e-fatura.
Assim, em caso de não concordar com algum dos valores apresentados, poderá fazer a sua reclamação até dia 31 de março. https://www.portaldasfinancas.gov.pt/pt/menu.action?pai=5051
No entanto, para verificar a necessidade de apresentar uma reclamação, deve ver quais as despesas apuradas para efeito de IRS.
Deve analisar todas: despesas gerais familiares, despesas de saúde, despesas de formação e educação, encargos com imóveis para habitação permanente, encargos com lares, reparações de automóveis, reparação de motociclos, restauração e alojamento, cabeleireiros e despesas com o veterinário.

Entre 1 de abril a 30 de junho: Entrega da declaração de IRS
Em 2019 volta a existir apenas um único prazo para o preenchimento e entrega da declaração anual de IRS. É válido para todos os contribuintes, independentemente da atividade profissional.
Este ano tem entre 1 de abril e 30 de junho para entregar a sua declaração de IRS. De lembrar que no caso de ter de liquidar IRS, deverá fazê-lo até 31 de agosto.
Tenha ainda em atenção que se não entregar a declaração de IRS o prazo certo, terá que pagar uma coima é de 37,5€.