Acesso Rápido

Pão de queijo desembarca no pais do queijo: a Suíça

0

Foi na cozinha de sua casa, que Jussara começou a fazer os pães de queijo

para os amigos e pouco a pouca a alargar o fornecimento a pequenas “epiceries”

e algumas padarias de Genebra e Lausana.

 

Natural de Minas Gerais, e a partir de uma receita da sua avó , a mineira Jussara

assim podemos chamar, quis mostrar que no país do queijo ainda ninguém tinha

feito algo igual e de uma qualidade superior e inegualável, o transformou num produto de luxo.

Alexandre Gusmão o marido afirma com orgulho e brilho nos olhos o seu contentamento e da iniciativa de sua esposa que foi um último recurso antes de decidir partir para o

Brasil difínitivamente.

 

Este simpático casal de brasileiros, escolheu a cidade de Nyon, para abrir uma moderna

e funcional fábrica, para a produção, em plena expansão do “ pão de queijo”, feito agora com queijo gruyère e de um produto de luxo o polvilho, (farinha de mandioca), produto tradicionalmente brasileiro, que ganhou agora contornos de artigo de “luxo” e de primeira qualidade que encontramos à mesa de

alguns restaurantes estrelados no Guia Michelin e em sofisticadas padarias, em

lojas de imigrantes e com produtos importados, especialmente na lojas “ portuguesas”,

diz ainda o marido, “ Estamos a tentar expandir a comercialização do produto aos supermercados e redes de lojas, por enquanto na Suíça,

importamos as máquinas do Brasil, Itália e França, assim podemos alargar a nossa

rede de distribuição”.

 

 

Alexandre Gusmão diz ainda, “ Estamos usando um produto tradicionalmente brasileiro e explorando a paixão dos suíços pelo queijo”.

Segundo a Federação Internacional do Leite, a Suíça está entre os maiores consumidores de queijo por pessoa ao mundo, com uma média de 22 quilos por ano.

Mas até agora, o pão de queijo era um produto que se limitava a população brasileira no exterior.

 

Outra estratégia foi a de entrar como um produto oferecido em locais de luxo.

Um deles já comprou a ideia, o restaurante Auberge du Lyon D’Or, com uma estrela no Guia Michelin e que já explora servir o pão de queijo com salmão, caviar e champagne.

 

A adaptação ao gosto não se resumiu em colocar o queijo gruyère. A água foi substituída

por leite, a margarina por óleo girassol e a textura interior ficou mais consistente. “É um produto mais leve”, “ Esse é um produto Premium, de alta qualidade” explica Alexandre.

Ficamos a aguardar para breve, eventos de degustação para a sua apresentação.

banner capa dsc_0753 dsc_0760 dsc_0764 dsc_0781 dsc_0782 dsc_0783 pao_queij_003 pao_queij_005 pao_queij_008 pao_queij_011 pao_queij_012 pao_queij_015 pao_queij_020 pao_queij_023

 

 

 

 

 

 

 

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More