Os países com mais e menos dias de férias

0
19

É aquela altura do ano pela qual mais ansiamos: as férias. Os dias em que, finalmente, podemos nos dedicar ao “dolce far niente”. Se as suas férias já parecem uma miragem no deserto, fique a conhecer os países com mais sorte nesta matéria.

Não é de admirar que a Finlândia seja um dos países do mundo que dá aos seus trabalhadores mais dias de férias remuneradas. São 30 dias úteis, para ser mais preciso. No entanto, este país do norte da Europa não está sozinho no topo da lista.

França, Bahrein, Djibouti, Guiné, Kuwait, Líbia, Maldivas, Nicarágua, Togo e Iémen também dão, logo no primeiro ano de trabalho, os tão desejados 30 dias úteis de férias. Já imaginou se fosse consigo?

Em Portugal as coisas são um pouco diferentes mas, ainda assim, não somos o país da Europa com menos dias úteis de férias. Ficou surpreso? Ditam as leis laborais que portugueses e espanhóis tenham 22 dias úteis de férias.

Bélgica, Holanda e Irlanda estão, neste caso, na cauda da Europa no que toca aos dias de descanso. Os seus trabalhadores só têm direito a 20 dias de férias, de acordo com um estudo do Banco Mundial.

Existem países que não concedem dias de férias pagos aos seus trabalhadores. Por exemplo, nos Estados Unidos, nas cidades de Nova Iorque e Los Angeles, o estudo indica que não há direito a férias remuneradas. A mesma situação acontece em Palau.

Na China (Pequim e Xangai) e no Canadá os trabalhadores só têm direito a cinco dias úteis de férias pagas.

Certas nações vão aumentando os dias de férias aos seus trabalhadores consoante os anos de trabalho. Por exemplo, na Bolívia o trabalhador começa com 15 dias de férias; ao fim de cinco anos na mesma empresa sobe para 20 dias e, ao fim de 10 anos, alcança os 30 dias de descanso.