Preso à porta da cadeia quando ia ser libertado

0
20

Levava para o estabelecimento prisional haxixe escondido nas roupas que usava.

Tem 47 anos e morava no Peso da Régua. Mas os últimos anos foram passados na cadeia de Vila Real, onde já cumpriu diversas penas por tráfico de droga.

Na terça-feira, minutos depois de ter sido libertado, o homem voltou a ser preso. Os elementos da PJ estavam no exterior do estabelecimento prisional para cumprirem um mandado de detenção fora de flagrante delito. Há suspeitas de que, durante as saídas precárias de que beneficiou, fez introduzir na cadeia diversas quantidades de haxixe, sempre escondidas nas bainhas da roupa que usava. Tinha sido condenado numa pena de quatro anos de prisão, também por tráfico de estupefacientes.

O homem conseguia, assim, fazer chegar a droga ao interior dos muros da prisão e aí vendia- -a. Os lucros eram elevados.

A investigação da Polícia Judiciária já decorria há alguns meses. No entanto, só na terça-feira é que a Judiciária avançou para a detenção do suspeito, já que o mesmo se preparava para sair em liberdade.

O homem vai hoje ser ouvido em primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação.

Continua, entretanto, na cadeia de Vila Real, tendo regressado à mesma cela onde passou os últimos anos.

Atendendo a que o tráfico de droga se terá feito no interior do estabelecimento prisional, o crime passa a ser agravado e a respetiva moldura penal aumenta substancialmente. A pena poderá ir agora até aos 12 anos de prisão efetiva.